Política

Centrais sindicais defendem Barroso e instalação da CPI da Covid-19

Crédito: Fernando Frazão/Agência Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Luís Roberto Barroso, faz saudação ao ex-presidente do STF: centrais sindicais emitiram nota conjunta neste sábado (10) defendendo o ministro e a instalação da CPI da covid (Crédito: Fernando Frazão/Agência Brasil)

Em meio à nova crise política entre o governo e o Supremo Tribunal Federal (STF), após o ministro Luís Roberto Barroso determinar a abertura da CPI da Covid-19 no Congresso Nacional, centrais sindicais emitiram nota conjunta neste sábado (10) defendendo o ministro e a instalação da comissão parlamentar de inquérito.

Após ser chamado de ‘patife’ por Bolsonaro, Doria pede ‘calma’ ao presidente

“Há responsabilidades do governo federal a serem apuradas com as quase 350 mil mortes que o país tragicamente acumula, situação que confere ao Brasil a vergonhosa denúncia internacional de péssima condução no enfrentamento da crise sanitária”, diz nota assinada por Central Única dos Trabalhadores (CUT), Força Sindical, Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), União Geral dos Trabalhadores (UGT), Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) e Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST). “Manifestamos nossa solidariedade ao Supremo Tribunal Federal e ao Ministro Luís Roberto Barroso”.

Barroso determinou a instalação da CPI para apurar o trabalho do governo federal no combate à pandemia. A abertura tinha a resistência do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), apesar de contar com assinaturas suficientes do ponto de vista regimental. O presidente Jair Bolsonaro reagiu com ataques à decisão do ministro, chamando a medida de “politicalha”. O Plenário do Supremo deve referendar a determinação de Barroso.

“Exigimos, com urgência, a implementação das medidas para estancar o contágio, as mortes, o colapso do sistema de saúde e todas as demais mazelas que essa tragédia sanitária promove”, segue a nota das centrais sindicais, que também presta apoio às medidas de restrição impostas por governadores e prefeitos para conter o novo coronavírus.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel