Economia

Celg GT: subsidiária da EDP arremata transmissora de energia por R$ 1,9 bi

Subsidiária da EDP Brasil, a Pequena Central Hidrelétrica arrematou os ativos de transmissão da estatal goiana Celg Par por R$ 1,977 bilhão, um ágio de 80,10% em relação ao preço inicial de R$ 1,097 bilhão. Também participaram do certame a Isa Cteep, Cymi e a MEZ Energia. Porém, como a oferta vencedora superava as demais em mais de 15%, a subsidiária da EDP foi declarada vencedora do leilão.

Com a aquisição, a EDP passará a administrar um total de 755,5 quilômetros em linhas de transmissão e 11 subestações conectadas ao Sistema Interligado Nacional (SIN), nos Estados de Goiás, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal. Elas garantem uma Receita Anual Permitida (RAP) de R$ 238 milhões.

A privatização da transmissora da Celg ocorre cinco anos após a venda da área de distribuição da empresa para a Enel, e atraiu muitos interessados durante a fase de consultas e avaliações. Ao menos dez empresas chegaram a procurar os organizadores do certame para obter informações do ativo. A CPFL, por exemplo, chegou a considerar a aquisição, mas decidiu não participar da disputa.



Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Veja quanto custa comer nos restaurantes dos jurados do MasterChef
+ Leilão de carros e motos tem desde Kombi a Nissan Frontier 0km