Giro

CDC revisa grau de risco para viagens ao Brasil de ‘muito alto’ para ‘alto’

Os Estados Unidos revisaram seu grau de risco para viagens ao Brasil nesta segunda-feira, 13, de “muito alto” para “alto”. Na guia de recomendações do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês), o País saiu do nível mais alto, e que enquadra uma série de Estados europeus, como Portugal e França, para um nível que abrange uma lista diversa de nações, incluindo Chile e Uruguai.



No chamado nível 3, o CDC orienta que os viajantes certifiquem-se de estar totalmente vacinados. “Os viajantes não vacinados devem evitar viagens não essenciais para esses destinos”, aponta o órgão.

No nível mais elevado de risco, as viagens, no geral, não são recomendadas. Por sua vez, o Brasil segue constando na lista de países cujos passageiros são impedidos de entrar nos EUA em viagens diretas partindo de seu espaço aéreo, exceto por alguns casos.


Veja também
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Vídeo: Motorista deixa carro Tesla no piloto automático e dorme em rodovia de SP
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Lago Superior: a melhor onda de água doce do mundo?