Economia

CCR desiste do Rodoanel por riscos de engenharia e investimentos não concluídos

O grupo CCR informou que não participou do leilão do trecho Norte do Rodoanel após detalhada análise da viabilidade econômico-financeira do projeto. Em nota, o grupo disse que foram identificados alguns itens inibidores de atratividade para a participação da empresa no certame, entre eles, elevados riscos de engenharia e investimentos ainda não concluídos, premissas de tráfego e custos operacionais divergentes dos estudos realizados pela CCR.

“A empresa reitera que a decisão de não participar da licitação referida não afeta a disposição do Grupo CCR em fazer novos investimentos e dar continuidade à busca e avaliação de oportunidades de crescimento no mercado primário e ou secundário, dentro e fora do Brasil. É importante ressaltar, ainda, que o Grupo CCR mantém sua convicção na parceria legítima entre a iniciativa privada e o Poder Público, a forma mais eficiente de promover a modernização da infraestrutura no Estado de São Paulo e em todo o Brasil”, segundo o comunicado.

O trecho Norte do Rodoanel, terceiro ativo licitado na 4ª etapa do Programa de Concessões Rodoviárias do governo paulista, foi arrematado pela EcoRodovias. A companhia ofereceu R$ 883,0 milhões pela outorga fixa da rodovia, um ágio de 90,97% em relação ao valor mínimo estipulado para a disputa, de R$ 462,367 milhões.