Edição nº 1108 15.02 Ver ediçõs anteriores

Caviar como enfeite de pulso

Caviar como enfeite de pulso

As ovas do esturjão deixaram de ser apenas um tipo caríssimo de iguaria gastronômica. Elas agora batizam uma grife russa especializada em criar variações luxuosas de produtos tecnológicos. A Caviar acaba de lançar quatro versões exclusivas do Appe Watch Series 4. O modelo mais acessível é feito em ouro e custa US$ 3,8 mil. Mas as versões que mais chamam a atenção são aquelas com 633 pedras preciosas incrustadas que imitando ovas. O relógio Black Caviar, que traz diamantes negros na pulseira e na caixa, custa US$ 41,3 mil. O Red Caviar, com rubis, e o White Caviar, com diamantes brancos, saem, respectivamente, por US$ 37,6 mil e US$ 43,8 mil. As peças só podem ser compradas pelo site da Caviar. E não precisa se preocupar com o frete. É grátis.

(Nota publicada na Edição 1099 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Seja caridoso: ajude o co-fundador do WhatsApp a se livrar de 10 Porsches

O co-fundador e atual CEO do WhatsApp, Jan Koum, tem uma paixão que nada tem a ver com o mundo digital. Ele é um colecionador de [...]

O circo de Laura Knight vai a leilão

Uma das pinturas circenses mais importantes do mundo estará em leilão no dia 20 de fevereiro na Bonhams, em Londres. O quadro Charivari [...]

Um ingresso de US$ 34 mil para o Louvre

Visitar o Louvre, maior museu de arte do mundo, e caminhar com tranquilidade para apreciar cerca de 380 mil itens e 35 mil obras está [...]

O tempo é doce para a Richard Mille

A grife suíça Richard Mille quer tornar o seu tempo mais doce, divertido e colorido. A nova coleção de relógios da Maison, chamada [...]

O lado comestível da Bvlgari

O luxuoso The Peninsula em Hong Kong, com diárias que podem chegar a mais de R$ 6 mil, está oferecendo aos seus hóspedes um chá da [...]
Ver mais
X

Copyright © 2019 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.