Geral

Cavalo passa a noite preso em delegacia do sertão de Sergipe

Um policial militar de Sergipe autorizou, no domingo, 12, a prisão de um cavalo. O animal ficou detido por 18 horas na delegacia de Nossa Senhora Aparecida, no sertão do Estado, após dar um coice em um veículo durante uma cavalgada que acontecia na cidade.

O capitão Vagno Passos, que prendeu o cavalo, disse que ele “foi utilizado como meio para cometer o crime de dano”. “E foi conduzido à delegacia para que fosse realizar o procedimento.” O oficial não explicou exatamente qual seria o procedimento e garantiu que o cavalo não foi maltratado.

Nesta terça-feira, 14, a Secretaria de Segurança Pública do Estado determinou o afastamento do capitão Passos.

Segundo o proprietário do animal, Williams Francisco dos Santos, no dia da cavalgada algumas pessoas pediram para passear com animal, mas o cavalo se assustou e deu um coice em um carro. Santos disse também que se ofereceu para retirar o animal da delegacia, mas o policial foi irredutível e informou que só seria possível liberá-lo na segunda-feira, 13, o que de fato ocorreu.

“Quando eu cheguei à delegacia o cavalo estava em uma cela, como se fosse um marginal. Ele estava sem comida, sem água e em um espaço onde não podia ser mexer”, contou Santos. “À noite, eu levei comida, mas de manhã não me deixaram alimentá-lo.”