Onde investir em 2020

Nas graças do Leão

Para investidores de primeira viagem ou navegantes experientes, aplicar em títulos privados isentos de Imposto de Renda surge como alternativa rentável às aplicações na poupança

A dança das Criptomoedas

Depois um período de baixa em 2018, as moedas virtuais voltam a apresentar valorização em 2019, mas deixando claro aos interessados que esse segmento é de elevada volatilidade e altíssimo risco

Alicerce em construção

Perspectiva de valorização dos imóveis e dos contratos de aluguel em 2020 gera um potencial de alta entre 20% e 30% nos Fundos Imobiliários. em 10 meses, número de investidores disparou de 230 mil para 517 mil

Futuro em família

Aprovação da reforma da Previdência Social impulsiona as famílias brasileiras a formarem um patrimônio financeiro para O LONGO PRAZO, mas também para a realização de sonhos e de projetos pessoais de maturação maior

Diversidade por setores

O IBOvESPA DEVE manter a ascensão e ATINGIR 140 mil pontos em 2020. analistas consultados sugerem investir em papéis diversificados de segmentos como financeiro, mineração, petróleo, saúde, siderúrgico e varejista

Para o alto e avante

Carteiras de ações e multimercados registram captação líquida superior a R$ 135 bilhões em 2019, reafirmando a migração de recursos que antes estavam alocados em renda fixa

O desafio será equilibrar os riscos

A renda fixa pós-fixada continuará relevante nas carteiras para compor os recursos de emergência que precisam de liquidez diária, e também como depósitos que serão úteis para aproveitar oportunidades no mercado

Um novo normal

Esqueça aquele período em que aplicações financeiras de baixo risco e liquidez diária pagavam acima de 1% ao mês. Com a taxa selic em 4,5% ao ano é preciso ousadia para obter altos retornos. Mas é possível fazer isso com segurança

20 previsões para 2020. Na tecnologia, na inovação, na cultura digital

Reunimos os melhores estudos globais para enumerar as principais tendências da tecnologia, da inovação e da cultura digital para o começo da terceira década do século 21

500 motivos para diversificar

Bolsa brasileira programa expansão do número de BDRs, os recibos de ações estrangeiras listadas na B3, de 300 para 500 ativos em 2020, um incremento que será útil para formação de carteiras, ETFs e fundos de investimentos no exterior