Capa

Troca de comando no Itaú Unibanco

Manchada de sangue

Espancamento e morte de João Alberto de Freitas por seguranças do Carrefour expõem falta de preparo da empresa, geram protestos e derrubam seu valor de mercado. Companhia cria comitê para recuperar imagem.

Toyota mostra sua força no campo

Agronegócio impulsiona a retomada da montadora japonesa, que apresenta nova Hilux com plano de crescer 40% nas vendas do ano que vem.

A maior entrega do Mercado Livre

Com a explosão de vendas pela internet, o líder do comércio eletrônico da América Latina multiplica resultados como nunca em mais de duas décadas de existência, monta uma frota exclusiva de aviões, recebe sinal verde para operar como banco e, com mais de US$ 3,3 bilhões em caixa, se diz pronto para disputar a privatização dos Correios.

Sob a sombra da segunda onda

Aceleração recente dos casos de contaminação nos Estados Unidos e na Europa força novas medidas de contenção.

O que o Brasil pode esperar de Biden?

Provável vitória democrata altera planos do Brasil para economia, meio ambiente, política externa e até na pauta de costumes. saiba por que essa não é uma notícia ruim.

A nova face de Roberto Justus

Após 36 anos de atuação na publicidade, o empresário migra para o mercado financeiro e planeja, em cinco anos, administrar R$ 60 bilhões em patrimônios de clientes em suas novas empresas.

Amazon avança na nuvem

Protagonista na transformação digital de empresas de todos os tamanhos, a plataforma de cloud AWS investe R$ 1 bilhão no Brasil para manter sua posição de liderança, seguir crescendo e atender demandas.

A inclusão histórica do Magalu

Magazine Luiza lança programa de trainees exclusivo para negros e assume o protagonismo empresarial na luta para reduzir as desigualdades no mercado de trabalho. Apesar das críticas contrárias à decisão, companhia mantém a ação de política afirmativa contra o racismo estrutural no Brasil.

O dragão tem fome. O governo, fiscais

Com altas que chegam a 58% em apenas um mês, alimentos da cesta básica pressionam os índices de preços — e trazem de volta a tentação de resolver o problema com medidas heterodoxas.

O ministro negativo

Humilhações públicas, recado passado por terceiros e atritos nos bastidores transformam Brasília em um cenário de guerra fria envolvendo o presidente e seu ministro da economia Paulo Guedes.

A guinada da Usiminas

Gigante mineira da siderurgia amplia investimentos para R$ 800 milhões após auge da crise e aposta na retomada da produção industrial.

Aberta a temporada de aquisições

Empresas com preço médio baixo, excesso de liquidez e ganhos de gestão fazem gigantes, como NotreDame, avançarem pelo mercado.

Todas as faces da alpargatas

Dona das marcas Havaianas, Mizuno, Osklen e Dupé registra o melhor desempenho da história no segundo trimestre, amplia seus negócios em todo o mundo e multiplica suas vendas pelos canais digitais.

Liberalismo

Paulo Guedes não tem mais terceira via: ou luta e emplaca efetivamente uma agenda liberal ou sairá para a história pela porta dos fundos.

O último a sair que apague a luz

Mais duas importantes baixas no ministério da economia, Paulo uebel e Salim Mattar, refletem a fragilidade da agenda liberal de guedes e fortalecem ala desenvolvimentista encabeçada por militares no governo.

Prepare-se para pagar mais um imposto

Governo quer criar nova CPMF, arrecadar R$ 125 bilhões ao ano e sustentar a desoneração da folha de pagamento. Medida desagrada ao mercado, ao Congresso e aos contribuintes. E pode ser um peso a mais para a necessária retomada do crescimento.

A saúde na era digital

O que hospitais, laboratórios, healthtechs e clínicas médicas estão trazendo de inovação tecnológica para mudar para sempre sua relação com a medicina.

No foco do Zoom

Empresa americana de videoconferência se torna febre na pandemia e tem planos para o Brasil após registrar aumento de 2.900% no número global de usuários diários.

O Brasil queimado no mundo

A postura antiambientalista do presidente Jair Bolsonaro leva o desmatamento a níveis recordes, volta a despertar a ira internacional, mobiliza empresas contra o governo e compromete o futuro dos exportadores, especialmente os do agronegócio. Se a resposta não vier de imediato, poderá ser tarde demais.

O turismo está de volta. Só faltam os turistas

Os maiores complexos turísticos do País, fechados há mais de 100 dias, estão prontos para reabrir, sob rígidos protocolos de saúde. Mas a
boa notícia não significa que tudo voltará ao normal. Não por enquanto.