Mundo

Casos de Covid-19 no mundo passam de 250 milhões, leste da Europa tem recorde

Casos de Covid-19 no mundo passam de 250 milhões, leste da Europa tem recorde

Especialistas desinfectam estação ferroviária em Moscou

Por Roshan Abraham e Rittik Biswas



(Reuters) – O número de casos de Covid-19 no mundo ultrapassou a marca de 250 milhões nesta segunda-feira, e alguns países do leste da Europa testemunham surtos recordes no mesmo momento em que a disparada da variante Delta diminui e muitos países reativam o comércio e o turismo.

O número diário médio de casos caiu 36% nos últimos três meses, de acordo com uma análise da Reuters, mas o vírus ainda está infectando 50 milhões de pessoas de todo o mundo a cada 90 dias devido à variante Delta altamente transmissível.

Por contraste, foi necessário quase um ano para se registrar os primeiros 50 milhões de casos de Covid-19.

Especialistas de saúde têm a esperança de que muitas nações tenham deixado o pior da pandemia para trás, graças às vacinas e à exposição natural, mas alertam que o clima mais frio e as festas de final de ano podem fazer os casos aumentarem.



“Achamos que, entre agora e o final de 2022, é o ponto no qual assumimos o controle do vírus… no qual podemos diminuir consideravelmente as doenças graves e as mortes”, disse Maria Van Kerkhove, epidemiologista que comanda a resposta da Organização Mundial da Saúde (OMS) à pandemia, à Reuters na semana passada.

As infecções ainda estão crescendo em 55 de 240 países, e Rússia, Ucrânia e Grécia atingiram ou estão próximas de níveis recordes de casos relatados desde que a pandemia começou cerca de dois anos atrás, segundo uma análise da Reuters.

O leste da Europa tem uma das menores taxas de vacinação da região. Mais da metade de todas as infecções novas relatadas em todo o mundo foram de países europeus, sendo 1 milhão de infecções novas a cada quatro dias, segundo a análise.

Na semana passada, várias regiões russas disseram que podem impor restrições adicionais ou prorrogar uma interdição de ambientes de trabalho, já que o país testemunha um recorde de mortes por causa da doença.

Ainda nesta segunda-feira, a Rússia relatou 39.400 casos novos de Covid-19, sendo quase cinco mil só em Moscou.

Também na Alemanha, apesar das taxas de vacinação muito maiores, o índice de infecção atingiu seu maior nível desde o começo da pandemia, e médicos disseram que precisarão adiar operações marcadas nas próximas semanas para lidar com o vírus.

Já o Japão não registrou nenhuma morte diária de Covid-19 pela primeira vez em um ano no domingo, noticiou a mídia local, e agora a vacinação já chegou para mais de 70% da população japonesa.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEHA70N8-BASEIMAGE


Veja também
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Vídeo: Motorista deixa carro Tesla no piloto automático e dorme em rodovia de SP
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Lago Superior: a melhor onda de água doce do mundo?