Mundo

Casamento gay é possível na monarquia holandesa

Crédito: Marcelo Camargo / Agência Brasil

O casamento homossexual foi legalizado na Holanda em 2001 (Crédito: Marcelo Camargo / Agência Brasil)

AMSTERDÃ (Reuters) – No primeiro país a legalizar o casamento gay, a princesa herdeira da Holanda tem o direito de se casar com uma pessoa de qualquer gênero sem abrir mão de seu direito ao trono, disse o primeiro-ministro nesta terça-feira.



A princesa herdeira Catharina-Amalia, de 17 anos, não fez nenhum comentário sobre o assunto, e pouco se sabe sobre sua vida pessoal. A questão surgiu depois de livros recentemente publicados argumentarem que as regras do país excluem a possibilidade de um casal real do mesmo sexo.

Mas o primeiro-ministro, Mark Rutte, disse que os tempos são outros desde que seus predecessores lidaram com a questão pela última vez em 2000.

‘Ser gay CEO é diferente de ser CEO gay’

“O governo acredita que a herdeira também pode se casar com uma pessoa do mesmo sexo”, escreveu Rutte em carta ao Parlamento.



“O gabinete portanto não acredita que um herdeiro ao trono do rei deva abdicar se ele/ela quisesse se casar com um parceiro do mesmo sexo.”

O casamento homossexual foi legalizado na Holanda em 2001.

(Reportagem de Toby Sterling)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH9B0X2-BASEIMAGE


Veja também
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Vídeo: Motorista deixa carro Tesla no piloto automático e dorme em rodovia de SP
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Lago Superior: a melhor onda de água doce do mundo?