Giro

Casa Branca recebe envelope com veneno fatal

Casa Branca recebe envelope com veneno fatal

Funcionários do Departamento de Defesa dos Estados Unidos examinam a correspondência quando ela chega a uma instalação do governo dos EUA perto do Pentágono, em Washington - AFP/Arquivos

Um envelope contendo ricina, um veneno muito potente, foi enviado à Casa Branca esta semana e interceptado antes de chegar ao presidente Donald Trump, informou a mídia americana neste sábado.

“O FBI, o Serviço Secreto dos Estados Unidos e o Serviço de Inspeção Postal estão investigando uma carta suspeita recebida no correio do governo”, disse a polícia federal.

“Atualmente, não há ameaça à segurança”, acrescentou o FBI em resposta à AFP.

De acordo com fontes anônimas citadas pelo The New York Times e CNN, dois testes realizados no produto encontrados neste e-mail suspeito estabeleceram que se tratava de ricina.

A ricina é o veneno mais forte do reino vegetal, 6.000 vezes mais poderoso que o cianeto. É uma substância mortal se ingerida, inalada ou injetada e para a qual não existe antídoto.

De acordo com o jornal de Nova York, os investigadores acreditam que a correspondência veio do Canadá e identificaram uma mulher como suspeita.

Outras agências federais, localizadas no Texas, também receberam correspondências contendo esse veneno, segundo o jornal.

Veja também

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?