Giro

Carrefour conclui último acordo de indenização por morte de João Alberto Freitas

O Grupo Carrefour Brasil concluiu o nono e último acordo de indenização com os familiares de João Alberto Freitas. O cidadão negro foi espancado e asfixiado até a morte por profissionais terceirizados da segurança do Carrefour em uma loja do grupo em Porto Alegre (RS) em novembro de 2020.

Segundo a empresa, após o depósito, “com a finalidade de consignação extrajudicial”, realizado na última semana de abril, a conversa com os advogados foi retomada e o acordo de indenização, que tem a viúva Milena Alves como beneficiária, foi fechado.

Até abril, oito membros da família já haviam formalizado e recebido os valores dos acordos com a empresa, incluindo os quatro filhos, a enteada, a neta, a irmã e o pai de João Alberto.



Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago