Economia

Carrefour Brasil: Grupo tem alta de 202,4% no e-commerce alimentar

O Carrefour apresentou crescimento total de GMV (volume bruto de mercadorias no e-commerce) de 72,5% no terceiro trimestre, em relação ao mesmo período de 2019. Se o serviço de entrega rápida for considerado, essa alta chega a 86,1%. Se comparado com os dados do trimestre imediatamente anterior, o GMV, incluindo a entrega rápida, teve leve queda de R$ 918 milhões para R$ 895 milhões.

+ Carrefour Brasil: vendas totais somam R$ 19,276 bi no trimestre, alta de 27,3%
+ Carrefour compra 172 lojas de conveniência e supermercados na Espanha

“O GMV se manteve virtualmente no mesmo nível do segundo trimestre, pico de pandemia da covid-19, e acima do período de Black Friday em 2019, no quarto trimestre. As vendas do marketplace cresceram 61,7% e representaram 21,6% do GMV total no terceiro trimestre”, diz o grupo na prévia de vendas publicada nesta noite.

O grupo afirma que, em setembro, 98,2% das entregas do varejo alimentar foram feitas sem atraso, com média de 1,6 dias. “As nossas iniciativas também se traduziram em novos clientes tanto para os canais online, quanto offline, uma vez que 70% dos clientes do e-commerce alimentar em setembro eram clientes novos ou inativos em nosso ecossistema”, afirma no texto.

No e-commerce alimentar a alta foi de 202,4%, incluindo o serviço de entrega rápidas. As vendas de não alimentares também continuaram crescendo, com alta de 69,1%.

Vale lembrar que o grupo também lançou recentemente o e-commerce do Atacadão em parceria com operadores de serviço de entrega rápida.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel