Estilo

Carnival lança seu maior cruzeiro, que custou R$ 3,3 bilhões e terá 17 restaurantes

Crédito: AIDA/Divulgação

A Carnival Corporation, dona da linha de cruzeiros AIDA, divulgou pela primeira vez seu maior navio de passageiros, o AIDAnova, que teve um custo total de 630 milhões de libras (R$ 3,3 bilhões) e abrigará impressionantes 17 restaurantes, 23 bares – um deles terá o serviço feito por robôs – um parque aquático, um simulador de ondas de surfe, cassino, spa, campo de minigolfe e academia.

No total, o navio terá 11 decks, incluindo um teatro de três andares. Além disso, o cruzeiro oferecerá um rinque de patinação, paredes de escalada e quadra oficial de basquete. Para os mais abonados, ele ainda traz uma cobertura com janela do chão ao teto.

Teatro de três andares (Crédito:AIDA/Divulgação)
AIDA/Divulgação

Os números superlativos conferem ao novo cruzeiro o título de terceiro maior do mundo, com 337 metros de comprimento e pesando 184 toneladas, podendo carregar 6.600 pessoas. O dono da honraria de maior cruzeiro de passageiros do mundo ainda pertence ao Symphony of The Seas, da Royal Caribean, com comprimento de 362 metros, 228 toneladas e capacidade para transportar 6.680 pessoas.

AIDA/Divulgação

Mas para além do gigantismo do projeto, ele também traz uma preocupação com o meio ambiente. O cruzeiro será o primeiro do mundo a ser movido por gás natural liquefeito, trazendo o conceito de “green cruising”. A adoção do novo combustível irá reduzir a emissão de gases nocivos a atmosfera.

Um dos restaurantes será uma hamburgueria onde o cliente monta seu lanche em um iPad montado na mesa

Para o lançamento do navio, a Carnival Company organizou uma festa para 25 mil pessoas e show do DJ David Guetta no estaleiro Meyer Werft, localizado na cidade de Papenburg, na Alemanha, onde o cruzeiro foi montado.

AIDA/Divulgação

A viagem inaugural do barco será um cruzeiro de sete dias pelas ilhas canárias em dezembro de 2018