Política

Carmen Lúcia: ‘democracia e ética vivem de valores e a corrupção, de interesses’

A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Carmen Lúcia disse nesta quarta-feira, 30, que a democracia e a ética vivem de valores e que a corrupção, por outro lado, se baseia em interesses, acrescentando que a “democracia é um exercício constante.”

Em painel no evento Estadão Summit Brasil, em São Paulo, a ex-procuradora-geral da República Raquel Dodge também criticou a corrupção. “Precisamos de modelo de poder em que regras sejam iguais a todos”, disse.

Frustrações

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB) disse, no mesmo evento, que as frustrações de expectativas da população são um problema para o sistema democrático. “A apresentação de resultados para a população passa por equilíbrio das contas públicas”, defendeu Leite.

Segundo ele, é importante valorizar a democracia representativa e os governantes “precisam entender” a fragmentação do poder na sociedade. “Política na democracia é negociação entre partes divergentes”, acrescentou o tucano.

Veja também

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?