Edição nº 1122 24.05 Ver ediçõs anteriores

Carlos Wizard não perde o apetite

Carlos Wizard não perde o apetite

O bilionário Carlos Wizard Martins, dono do Grupo Sforza e controlador de redes como Pizza Hut, Taco Bell e KFC, parece não perder a fome por aquisições de concorrentes. O empresário está prestes a concluir a compra de uma participação de 20% a 30% da americana International Meals Company (IMC), que no Brasil controla as bandeiras Viena, Frango Assado, Batata Inglesa, Red Lobster e Olive Garden. A negociação, revelada pelo jornal Valor Econômico, foi confirmada por executivos ligados às empresas, em uma operação estimada em R$ 380 milhões. Fontes próximas a Wizard afirmam que ele está empolgado com mais um passo na dieta de engorda de seu império no ramo de alimentos, que hoje possui cerca de 280 unidades em todo o País. “A participação de Wizard no capital da IMC é uma forma de ampliar as margens dos dois grupos, com ganho de escala e melhores negociações com fornecedores”, afirmou a fonte.

(Nota publicada na Edição 1117 da Revista Dinheiro)


Mais posts

“O Brasil vai voltar a atrair investimentos”

Entrevista Jorge Apaez, CEO do Grupo IHG para América Latina O executivo mexicano Jorge Apaez, CEO do grupo hoteleiro IHG na América [...]

Alguém ganhou com o IPO da Uber

A malfadada abertura de capital da Uber, cujas ações despencaram 9% em apenas uma semana, gerou efeitos colaterais positivos para uma [...]

Quer pagar quanto?

Os brasileiros estão, cada vez mais, descobrindo as vantagens das empresas digitais de renegociação de dívidas. Tanto é que a [...]

Maconha liberada, lucro bilionário

Se fosse liberado, o mercado de cannabis acessível (maconha regulamentada e lícita) movimentaria cerca de US$ 2,4 bilhões no Brasil, [...]

O app de quem não tem plano

Pelos cálculos do Minis-tério da Saúde, uma consulta médica pelo SUS pode demorar mais de 12 meses em várias regiões do País. Ao [...]
Ver mais

Copyright © 2019 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.