Agronegócio

Cargill lança programa de carbono que pagará agricultor por práticas sustentáveis

Cargill lança programa de carbono que pagará agricultor por práticas sustentáveis

Logo da Cargill em Lucens, na Suíça.

Por Karl Plume

(Reuters) – A comerciante global de commodities Cargill informou na quinta-feira que está lançando um programa de redução de carbono para a temporada de 2022 que vai pagar aos produtores por práticas agrícolas que reduzem as emissões e que capturam mais CO2 no solo.

O programa RegenConnect da Cargill usará amostragem de solo, dados agrícolas e sensoriamento remoto para estimar o benefício ambiental de práticas como o plantio de safras de cobertura ou o plantio direto, pagando aos produtores 20 dólares por cada tonelada de carbono sequestrado.

O projeto está entre um número crescente de programas focados no clima lançados por empresas agrícolas que buscam reduzir suas pegadas de carbono ou lucrar com o comércio de carbono.



Os críticos têm denunciado alguns esquemas como uma “lavagem verde” por corporações poluidoras e questionaram a permanência do carbono capturado pela agricultura intensiva.

A Cargill tem inscrito agricultores no programa RegenConnect há vários meses e espera pagar aos participantes 50% de seus dividendos anuais projetados em dezembro, disse Ben Fargher, vice-presidente de sustentabilidade da cadeia de abastecimento agrícola da Cargill na América do Norte.

O restante será pago no final da safra de 2022. Os dados da fazenda serão coletados e verificados pela empresa de medição de carbono Regrow.

A Cargill já tem outros programas ambientais em andamento, principalmente regionais, mas considera o RegenConnect um “programa principal” que espera ampliar nas próximas temporadas, disse Fargher.

A empresa pretende ter 10 milhões de acres (4 milhões de hectares) inscritos em programas de agricultura sustentável e regenerativa até 2030, pois seus clientes, desde importadores de commodities e produtores de gado a empresas de alimentos e bens de consumo, também estão procurando reduzir suas pegadas de carbono.

“O foco deste programa é contribuir para nosso compromisso corporativo de 10 milhões de acres e atender às expectativas de nossos clientes”, disse Fargher.

A Cargill não divulgou o número de acres atualmente registrados no RegenConnect.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH8F0YP-BASEIMAGE

Veja também
+ Como podcasts podem ajudar na educação financeira do brasileiro
+ Mistério: mulher descobre que não é a mãe biológica de seus próprios filhos
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Veja quanto custa comer nos restaurantes dos jurados do MasterChef
+ Leilão de carros e motos tem desde Kombi a Nissan Frontier 0km

Tópicos

Updated