Economia

Carga tributária do governo geral é estimada em 31,64% do PIB em 2020

A Carga Tributária Bruta do governo geral é estimada em 31,64% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2020, informou nesta terça-feira o Tesouro Nacional. O dado é 0,87 ponto porcentual menor que o observado em 2019, quando ficou em 32,51% do PIB.

Por essa estimativa, a carga tributária no ano passado foi a menor desde pelo menos 2010.

Segundo o Tesouro, a queda é explicada principalmente pelos efeitos da pandemia de covid-19 sobre a atividade econômica e pelas isenções tributárias concedidas em função da crise sanitária.

A principal redução da carga tributária ocorreu em seu maior grupo, impostos sobre bens e serviços. Esse conjunto de tributos sofreu queda na arrecadação de 0,55 pp do PIB em 2020.



As principais reduções foram PIS/Cofins (-0,34 pp do PIB), IOF (-0,26 pp do PIB), essencialmente pela instituição de alíquota zero para as operações de crédito, e ISS (-0,06 pp do PIB).

Em 2020, a carga tributária ficou abaixo da média da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), de 33,9% do PIB.

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago