Economia

Carga de energia cai 10,2% em maio ante maio de 2019, diz ONS

A carga de energia caiu 10,2% no Brasil em maio na comparação com maio de 2019 e recuou 1,2% ante abril, informou nesta segunda-feira, 29, o Operador Nacional de Sistema (ONS). No acumulado do ano, a carga de energia registra recuo de 1,7%.

“A interrupção das atividades dos mais variados setores da economia do país, provocadas pelas medidas restritivas contra a propagação do Covid-19, tem impactado negativamente o comportamento ao longo do período observado. A menor redução, em relação ao recorde de variação negativa observada em abril, sinaliza uma acomodação da situação atual em níveis muito baixos”, explicou o ONS em nota.

Segundo o operador, pelo segundo mês consecutivo todos os subsistemas apresentaram queda de carga.

O Estado mais afetado foi o Nordeste, com queda de 11,4% na comparação anual, seguido do subsistema Sudeste-Centro/Oeste, com retração de 11,3%, enquanto o subsistema Sul teve recuo de 7,7% e o Norte, de 5,9%.

Veja também

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

Tópicos

carga energia maio ONS