Finanças

Captações: novatas levantam R$ 3,5 bilhões na Bolsa nesta semana

Crédito: Divulgação - B3

De setores variados, essas empresas entraram no grupo das companhias que tiraram proveito de um momento único no mercado brasileiro (Crédito: Divulgação - B3)

Numa maré sem precedentes na bolsa brasileira, três companhias levantaram R$ 3,5 bilhões com ofertas de ações (IPO) somente nesta semana. De setores variados, essas empresas entraram no grupo das companhias que tiraram proveito de um momento único no mercado brasileiro – e no mundo – frente a um cenário de juro bastante baixo e busca de remuneração. Em fevereiro, somente em IPOs foram levantados R$ 8,7 bilhões em ofertas primárias e secundárias.

A Westwing, de decoração, precificou ontem sua oferta primária e secundária, captando R$ 1,162 bilhão, com as ações em R$ 13,00, próximo ao teto da faixa de R$ 10,50 e R$ 13,66.

+ Bemobi Mobile precifica ação em R$ 22 no IPO e movimenta R$ 1,094 bilhão

A Cruzeiro do Sul, de educação, saiu com R$ 1,231 bilhão, após precificar também ontem sua oferta de ações primárias e secundárias. O preço da ação ficou em R$ 14,00, abaixo da margem indicativa de R$ 16,40 e R$ 19,60.

Nesta semana, a empresa de tecnologia Bemobi captou R$ 1,26 bilhões com a oferta de ações primárias e secundárias. A estreia aconteceu hoje na bolsa e as ações fecharam em queda de 2,73%, a R$ 21,40.

Ainda nesta semana, a subsidiária da CSN, a CSN Mineração deve levar uma oferta à bolsa. Paralelamente, a empresa do setor imobiliário Nova Harmonia entrou com pedido de registro de IPO.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel