Economia

Caoa Chery vai pagar até 15 salários em indenização a demitidos em Jacareí



A Caoa Chery chegou a um acordo de indenização aos 489 trabalhadores que serão demitidos da fábrica fechada no início de maio em Jacareí, no interior paulista.

Aprovado nesta sexta-feira, 10, pelos trabalhadores em assembleia, o pacote prevê o pagamento de nove a 15 salários nominais – com teto de R$ 5 mil por salário – a depender do tempo do funcionário na empresa. O desligamento acontecerá no dia 1º de julho, conforme informa o sindicato dos metalúrgicos da região.

A montadora, que produzia utilitários esportivos e sedãs em Jacareí, chegou a encaminhar telegramas aos operários comunicando, no fim do mês passado, o encerramento dos contratos de trabalho antes mesmo de chegar a um acordo sobre as indenizações. Porém, na sequência, a Justiça do Trabalho suspendeu as demissões.

Segundo o sindicato, a direção da montadora assinou o compromisso de dar prioridade aos dispensados nas contratações que serão feitas em 2025, quando a empresa promete retomar as atividades no local após modernizar a fábrica para a produção de carros eletrificados.