Giro

Caminhoneiros se negam a desocupar Esplanada dos Ministérios

Crédito: Agência Brasil

Presidente sente a repercussão do movimento grevista, que ele próprio teria insuflado (Crédito: Agência Brasil )

Cerca de 70 caminhoneiros permanecem na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, nesta quinta-feira (9), em ato de apoio ao Governo Federal, mesmo após negociações com a Secretaria de Segurança do Distrito Federal. O bloqueio forçou o fechamento do Congresso Nacional e do Tribunal de Contas da União.

Pela manhã, cerca de 100 caminhoneiros se reuniram no local. Apenas 30% concordaram em abandonar o protesto após conversas com os representantes de segurança.

Bolsonaro fala com caminhoneiros, mas não pede que suspendam manifestações

Em áudio gravado, nesta quinta, o presidente Jair Bolsonaro pediu o fim da greve. Desde o feriado de 7 de setembro, caminhoneiros bloqueiam trechos de rodovias de vários estados, principalmente na Região Sul, em Santa Catarina e no Paraná.



Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago