Economia

Câmara rejeita destaque do Novo que eliminava regras de transição

A Câmara rejeitou por 394 votos a 9 o destaque nº 5, apresentado pelo Novo. Segundo o deputado Vinícius Poit (Novo-SP), a medida poderia acrescentar R$ 100 bilhões à economia esperada pelo governo de R$ 933,5 bilhões com a reforma. O destaque elimina uma regra criada pelo relator da reforma, Samuel Moreira (PSDB-SP), que prevê que o trabalhador terá que cumprir um pedágio de 100% sobre o tempo que falta para solicitar a aposentadoria. Outras quatro regras serão mantidas caso o destaque seja aceito.

Os deputados devem analisar agora o destaque de nº 3 apresentado pelo PDT. Na fila, ainda há o de nº 8 do PSB e o de nº 9 do PT.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel