Giro

Câmara está na iminência de votar regularização fundiária, diz Bolsonaro

Câmara está na iminência de votar regularização fundiária, diz Bolsonaro

Área desmatada da Amazônia na região de Porto Velho (RO)

Por Ricardo Brito

(Reuters) – O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira que o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), está na iminência de colocar o projeto de regularização fundiária em votação no plenário da Casa.

Bolsonaro e Lira participaram na manhã desta quinta de evento público em Alagoas, Estado do presidente da Câmara.

Em sua transmissão semanal ao vivo pelas redes sociais, o presidente disse que certos países da Europa criticam o Brasil o tempo todo na questão ambiental, mas destacou que seria “uma guerra comercial”.

Bolsonaro tem reiteradamente afirmado que há interesses de países europeus em criticar a atuação ambiental do governo, em especial na região amazônica, e que a conduta teria por objetivo atingir a venda de insumos e produtos brasileiros no exterior.

O projeto de regularização fundiária permite a legalização de grandes áreas de terras ocupadas ilegalmente na Amazônia. A proposta, que acabou sendo batizada por ambientalistas de “MP da grilagem”, é alvo de críticas de organizações de defesa do meio ambiente e empresas preocupadas com a imagem do Brasil.

+ Jaguar Land Rover: a luta contra a falta de confiança dos consumidores

O tema está sendo discutido simultanemente pelas duas Casas do Congresso, e a ideia é produzir um texto que conte com a simpatia da Câmara e do Senado.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH4D00Y-BASEIMAGE

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel