Política

Câmara encerra sessão deliberativa desta quinta após votar duas urgências

Sem acordo sobre a medida provisória do consignado de aposentados e com as atenções voltadas à definição do comando das comissões, a Câmara fez uma breve sessão deliberativa nesta quinta-feira, 4, com a votação de apenas dois requerimentos de urgência. A votação da MP e também do projeto sobre a Lei do Gás ficaram para a próxima semana.

Os deputados aprovaram hoje a urgência de um projeto que proíbe a realização de tatuagem em animais e também de um projeto da deputada Erika Kokay (PT-DF) e outros que proíbe o uso de linguagem que afete a dignidade das partes ou testemunhas e define o crime de violência institucional no curso do processo.

Os deputados têm uma reunião nesta tarde para definir o comando das principais comissões permanentes da Casa. A expectativa é que se defina e se instale hoje ainda com quem fica Agricultura; Ciência e Tecnologia; Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ); Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços e Desenvolvimento Urbano. Outras 19 comissões devem ser definidas e pode ser instaladas já na sexta.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel