Economia

Caixapar comenta Conclave e diz estar em contato permanente com as autoridades

A Caixapar, braço de participações da Caixa Econômica Federal, informou na manhã desta quarta-feira, 19 que “está em contato permanente com as autoridades, prestando irrestrita colaboração com os trabalhos, procedimento que continuará sendo adotado pela empresa”. O texto foi divulgado em comentário sobre a Operação Conclave, deflagrada no início da manhã pela Polícia Federal.

A PF expediu nesta quarta mandado de busca e apreensão para investigar a aquisição de ações do Banco Panamericano S.A. pela Caixa Participações S.A (Caixapar), ocorrida em 2009. O inquérito instaurado apura a responsabilidade de gestores da Caixa Econômica Federal na gestão fraudulenta – além de investigar possíveis prejuízos causados a correntistas e clientes.

Mais cedo, o Banco Pan informou ao mercado que atendeu em sua sede nesta quarta a Polícia Federal e que está colaborando com as investigações. Entretanto, em nota ao mercado esclarece que o fato “não tem nenhuma relação com a gestão atual ou com suas operações”. O diretor de Relações com Investidores, Carlos Eduardo Pereira Guimarães, é quem assina a nota, segundo a qual o banco “comunicará ao mercado qualquer informação relevante sobre o assunto.”

Veja também

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?