Economia

Caixa paga auxílio emergencial para nascidos em novembro nesta sexta (11)

Crédito: Arquivo Agência Brasil

Ciclo 5 de pagamentos do auxílio emergencial está se encerrando (Crédito: Arquivo Agência Brasil)

Nesta sexta-feira (11), a Caixa Econômica Federal vai pagar a oitava parcela do auxílio emergencial para os nascidos em novembro e os recursos poderão ser movimentados pelo aplicativo Caixa Tem. Os beneficiários que aguardam outras parcelas e também nasceram no mesmo mês receberão os seus pagamentos na conta digital.

O calendário de pagamentos do auxílio emergencial é organizado em ciclos de crédito. Os beneficiários recebem a parcela a que têm direito no período, de acordo com o mês de nascimento. A 8ª parcela faz parte do Ciclo 5 de pagamentos, que se encerra no sábado (13) e o próximo (Ciclo 6) ocorre ainda em dezembro.

+ Auxílio emergencial: confira todos os pagamentos de 2020

+ Auxílio: nascidos em março recebem 9ª parcela nesta segunda-feira (14)



O calendário de pagamentos do ciclo 5 do auxílio emergencial se encerra no dia 12 de dezembro, quando terá início o ciclo 6
O calendário de pagamentos do ciclo 5 do auxílio emergencial se encerra no dia 12 de dezembro, quando terá início o ciclo 6 (Crédito:Divulgação)

Quantas parcelas vou receber?

A quantidade total de parcelas que as pessoas terão direito depende de quando ela começou a receber o auxílio emergencial.
O máximo será de nove parcelas, sendo as cinco primeiras de R$ 600 e as quatro últimas de R$ 300. Veja qual a sua situação:

  • 1ª parcela em abril: 9 parcelas
  • 1ª parcela em maio: 8 parcelas
  • 1ª parcela em junho: 7 parcelas
  • 1ª parcela em julho: 6 parcelas
  • Última parcela de R$ 600 em agosto: receberá 4 parcelas de R$ 300
  • Última parcela de R$ 600 em setembro: receberá 3 parcelas de R$ 300
  • Última parcela de R$ 600 em outubro: receberá 2 parcelas de R$ 300
  • Última parcela de R$ 600 em novembro: receberá apenas 1 parcela de R$ 300

Posso retirar meu auxílio até quando?

Os beneficiários do auxílio emergencial terão até 90 dias depois do crédito na conta poupança digital da Caixa Econômica Federal para retirar o dinheiro. Depois disso, o valor retorna automaticamente para os cofres da União.

Apenas os 19 milhões de inscritos do Bolsa Família terão um prazo maior, até 270 dias (nove meses), para sacar o benefício. Segundo a Caixa, a devolução de uma parcela para a União não interfere no pagamento das parcelas seguintes.

Veja também
+ Como podcasts podem ajudar na educação financeira do brasileiro
+ Mistério: mulher descobre que não é a mãe biológica de seus próprios filhos
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Veja quanto custa comer nos restaurantes dos jurados do MasterChef
+ Leilão de carros e motos tem desde Kombi a Nissan Frontier 0km