Negócios

Café arábica recua mais de 3% na ICE; açúcar bruto fecha estável

Café arábica recua mais de 3% na ICE; açúcar bruto fecha estável

Colheita de café arábica em Alfenas (MG)

NOVA YORK/LONDRES (Reuters) – Os contratos futuros do café arábica negociados na ICE recuaram mais de 3% nesta segunda-feira, com o mercado sofrendo um revés após forte alta recente, que havia levado a commodity a uma máxima de mais de quatro anos.

O açúcar bruto terminou o dia estável.

CAFÉ

* O contrato julho do café arábica fechou em queda de 4,85 centavos de dólar, ou 3,2%, a 1,4805 dólar por libra-peso, recuando após ter atingido na semana passada a marca de 1,5540 dólar, mais alto nível desde janeiro de 2017.

* Operadores disseram que um revés no curto prazo não era inesperado, dada a magnitude dos ganhos recentes, mas que os fundamentos seguem positivos, com as ofertas ficando mais apertadas nos próximos meses em meio a um declínio na produção brasileira.

* A Fitch Solutions afirmou em relatório que prevê um déficit global de café de 6,8 milhões de sacas de 60 kg em 2021/22, o maior desde a temporada 2009/10, mas acrescentou que uma perspectiva fraca para a demanda em alguns mercados importantes acabaria limitando as altas das cotações.

+ Jaguar Land Rover: a luta contra a falta de confiança dos consumidores

* O café robusta para julho recuou 21 dólares, ou 1,4%, para 1.518 dólares a tonelada.

AÇÚCAR

* O contrato julho do açúcar bruto fechou estável, a 17,49 centavos de dólar por libra-peso.

* “O foco do mercado segue majoritariamente no tempo seco no centro-sul do Brasil, com alguns fundos criando expectativas de que alguns produtores sejam forçados a recomprar posições vendidas de ‘hedge'”, disse a consultoria Green Pool em nota semanal.

* A corretora Marex Spectron afirmou que há sinais no mercado de um arrefecimento na demanda por açúcar –tanto bruto quanto branco.

* A Marex Spectron acrescentou, porém, que os preços do açúcar só podem “colapsar” se os fundos abandonarem suas enormes posições compradas, o que “é improvável de acontecer enquanto a situação dos grãos continuar tão altista quanto aparenta estar hoje”.

* O açúcar branco para agosto avançou 1,40 dólar, ou 0,3%, para 466,10 dólares a tonelada.

(Reportagem de Marcelo Teixeira e Nigel Hunt)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH4914R-BASEIMAGE

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

Tópicos

Updated