Geral

CadÚnico: 8 milhões de famílias podem perder benefícios por falta de atualização

Crédito: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Imagem de divulgação do Auxílio Brasil no site do Ministério da Cidadania; substituto do Bolsa Família enfrenta problemas (Crédito: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Mais de oito milhões de famílias podem perder os benefícios sociais do governo federal caso não atualizem suas informações no CadÚnico, cadastro que reúne programas como o auxílio-Brasil e o Benefício de Prestação Continuada (BPC). 

Uma das condições para receber esses auxílios é manter o CadÚnico atualizado. Ele deve ser atualizado a cada dois anos ou sempre quando houver alguma alteração na composição familiar ou renda da família e de endereço.



+Manchester City faz estátua para Agüero, mas torcedores brincam; veja o porquê

Por conta da pandemia de covid-19, famílias que atualizaram seus cadastros em 2016 ou 2017 serão convocadas ao longo do ano. Quem está com averiguação cadastral pendente tem até o mês de junho para regularizar a situação. Já as famílias em situação de revisão cadastral, podem atualizar os dados até o mês de dezembro. 

Como saber a situação cadastral? 

No aplicativo do CadÚnico as famílias podem saber como está a situação cadastral delas. Mensagens no aplicativo do auxílio Brasil e no recibo de pagamento do benefício, além de recados na conta de luz para quem tem a Tarifa Social de Energia também serão meios do governo avisar da necessidade de atualização. 

+ Confira 10 receitas para reaproveitar ou turbinar o arroz do dia a dia


Caso não haja nenhuma informação diferente da última entrevista prestada, a família poderá fazer a atualização de dados via confirmação no próprio aplicativo do CadÚnico. Caso haja alguma mudança, a solicitação deverá ser feita em um posto de cadastramento em uma nova entrevista. 

No ato de realização do cadastro ou atualização, será necessário apresentar os seguintes documentos:


  • Certidão de Nascimento;
  • Certidão de Casamento (caso seja casado civilmente);
  • Carteira de Trabalho;
  • Título de Eleitor.