Economia

Cade investiga possível cartel de BRF e JBS

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) abriu ontem investigação contra a JBS e a BRF para investigar conduta anticoncorrencial. A suspeita é que as duas empresas possam ter feito um conluio no mercado de aves para repassar, de forma coordenada, o aumento do preço do milho no mercado doméstico.

A investigação, em fase inicial, tem como base notícias da imprensa relativas a declarações dadas pelo presidente da BRF, Lorival Luz, e pelo CEO da JBS, Gilberto Tomazoni, em um seminário nessa quinta-feira, 30, em São Paulo. Em suas falas, ambos executivos sinalizaram que aumentariam os preços de seus produtos para compensar o aumento no valor do milho.

Procuradas, a BRF e JBS informaram que não foram notificadas pelo Cade. A JBS rechaça qualquer alegação de prática de cartel. A BRF diz que está à disposição para esclarecimentos.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel