Negócios

Cade aprova sem restrições negócio entre Ambev e Red Bull

Crédito: Adriano Machado (AG. ISTOÉ)

A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, ato de concentração de Ambev e Red Bull do Brasil, que consiste na celebração de um contrato de distribuição entre as duas empresas, por meio do qual Ambev distribuirá ou revenderá bebidas energéticas da Red Bull em determinados pontos de venda do território nacional.

Segundo informaram Ambev e Red Bull ao Cade quando da formalização da operação, em abril deste ano, a transação tem como objetivo “aliar a capilaridade, capacidade, rotas de distribuição e expertise da Ambev no mercado de bebidas, com o interesse da Red Bull em expandir a distribuição de suas bebidas energéticas no Brasil. Além disso, as partes entendem que a operação representará, para a Ambev, a oportunidade de distribuir uma marca com envergadura internacional.”

O caso vinha sendo acompanhado pelas empresas Heineken e Cervejaria Petrópolis, que demonstraram preocupação com o negócio. As duas companhias entraram como terceiros interessados no processo, dizendo-se temerosas de que o negócio pode consistir em práticas anticompetitivas no segmento de energéticos.

O aval do Cade à parceria comercial de Ambev e Red Bull está publicado em despacho no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira, 17.