Giro

Cade aprova aquisição de ativos de maionese e margarina da Bunge pela Seara

Crédito: Divulgação

A JBS é controladora da Seara (Crédito: Divulgação)

A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou sem restrições a operação de venda dos ativos de maionese e margarina da Bunge para a Seara Alimentos. O despacho com a decisão está publicado no Diário Oficial a União (DOU) desta terça-feira, 4.

Segundo parecer do Cade, o negócio se trata da aquisição, pela Seara, de ativos tangíveis e intangíveis relacionados à produção de margarinas e maioneses da Bunge.

+ Inglesa Claranet adquire 92,5% da CorpFlex e expande negócios no Brasil
+ Compra da Oi: Cade pede antecipação de intenções do consórcio TIM, Claro e Vivo

A concretização da operação resultará na ampliação da capacidade produtiva da Seara no negócio de margarinas e permitirá a sua entrada no mercado de maioneses.

O acordo entre a companhia norte-americana e a JBS, controladora da Seara, foi anunciado em dezembro passado e notificado ao Cade em janeiro.

Segundo a JBS, o negócio custou R$ 700 milhões e envolve três fábricas: em São Paulo, Santa Catarina e Pernambuco.

+ Jaguar Land Rover: a luta contra a falta de confiança dos consumidores

A operação prevê também contrato de manufatura por encomenda e de licença e uso de marcas. Pelo acordo, a Seara vai adquirir diversas marcas, como Delícia, Primor e Gradina.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel