Economia

Cade analisa multa da União Europeia contra Google e pode abrir investigação


O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) está analisando a decisão tomada pelo órgão antitruste da União Europeia, que multou o Google em cerca de R$ 19 bilhões por entender que a empresa abusou de sua posição dominante no mercado de sistemas operacionais para smartphones.

De acordo com o Cade, após a análise, a autarquia poderá decidir instaurar um procedimento formal para investigar se a conduta produziu efeitos que prejudicaram a concorrência no mercado brasileiro. Em julho, a Comissão Europeia multou a empresa por entender que o Google agiu de modo ilegal ao encorajar as fabricantes de smartphones a já instalarem previamente aplicativos e serviços da empresa em seus dispositivos Android, como o Gmail e a loja de aplicativos Play Store, o que seria prejudicial à concorrência.

Atualmente, estão em curso no Cade dois processos contra o Google: um que investiga se a empresa estaria privilegiando nos resultados de buscas sites da empresa, como o Google Shopping; e outro que apura se a companhia estaria prejudicando sites de busca local, como o Yelp. Em maio, a superintendência-geral do órgão recomendou o arquivamento de outros dois processos que apuravam práticas anticompetitivas da empresa. A palavra final será dada pelo tribunal do Cade, que ainda não levou os casos a julgamento.