Ciência

Cachorros podem ser treinados para farejar pacientes com coronavírus

Crédito: Divulgação

Atualmente, o teste mais comum do coronavírus é feito com um cotonete (Crédito: Divulgação)

Um estudo da Universidade de Medicina Veterinária de Hannover, na Alemanha, sugere que os cachorros podem detectar quando as pessoas estão infectadas com a covid-19. Por sua potência nasal, os animais já foram treinados para detectar várias doenças, incluindo diabetes, malária e tuberculose.

Atualmente, o teste mais comum do coronavírus é feito com um cotonete que colhe material do nariz ou da garganta. No entanto, o método pode ser demorado e caro. Com a pesquisa, em uma semana foi possível treinar oito cães farejadores para detectar o vírus.

+ Proteína seria chave em casos graves de COVID-19, aponta estudo
+ Assintomáticos têm tanto COVID-19 em seu organismo como sintomáticos, revela estudo

Os pesquisadores apresentaram amostras de saliva de pacientes contaminados, além de proporcionar interação dos cachorros com pessoas saudáveis ​​sem histórico da doença. Após o treinamento, os cães receberam 1.012 amostras aleatórias e identificaram corretamente 157 amostras positivas e 792 amostras negativas, para uma taxa de detecção geral de 94%.

O professor Maren von Köckritz-Blickwede, que participou da pesquisa, disse ao site Science Focus que o método funciona porque os processos metabólicos no corpo de um paciente doente são alterados. Isso permite que os cães detectem um cheiro específico das alterações.

Segundo Köckritz-Blickwede, o próximo passo do estudo é estabelecer se os cães podem diferenciar a covid-19 de outras doenças como a gripe. A equipe acredita que a técnica pode ser útil em aeroportos, estádios esportivos, reuniões de massa e fronteiras do país. Um estudo similar está sendo conduzido no norte da Inglaterra.

Veja também

+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?