Giro

Butantan pede à Anvisa para aplicar Coronavac em crianças e adolescentes

O Butantan solicitou à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorização para ampliar a faixa etária de indicação da vacina Coronavac. Segundo a agência reguladora, o Butantan quer incluir o público de crianças e adolescentes entre 3 e 17 anos na bula da vacina contra a covid-19.

O imunizante está autorizado para uso emergencial no Brasil para pessoas com mais de 18 anos desde o dia 17 de janeiro. “A solicitação de ampliação de uso da vacina, ou seja, a inclusão de uma nova faixa etária, deve ser feita pelo laboratório responsável pela vacina. Para incluir novos públicos na bula, o laboratório precisa conduzir estudos que demonstrem a relação de segurança e eficácia para determinada faixa etária. Esses estudos podem ser conduzidos no Brasil ou em outros países”, esclarece a Anvisa em nota, acrescentando que, no caso da Coronavac, os estudos foram conduzidos fora do Brasil.

A única vacina para covid aprovada para menores de 18 anos no Brasil é da Pfizer, que tem indicação para uso a partir de 12 anos de idade. Segundo a Anvisa, o laboratório Janssen já recebeu autorização para realizar estudos da aplicação de sua vacina com menores de 18 anos e os estudos estão sendo conduzidos pelo laboratório.



Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago