Dinheiro em Ação

BTG pactual expande crédito para pequenas e médias

Crédito: Divulgação

O Banco BTG Pactual prevê que sua carteira de crédito para pequenas e médias empresas deverá crescer para um patamar entre R$ 5 bilhões e R$ 7 bilhões até o final de 2020. Segundo o balanço detalhado por Roberto Sallouti, CEO do BTG Pactual, em encontro com a imprensa, o portfólio de PME, via plataforma digital, alcançou R$ 2,2 bilhões no final de 2019. “Nós estamos muito animados com o segmento de PMEs. Com o crescimento da economia, as PMEs têm uma resposta rápida no crédito”, diz Salloutti. João Marcello Dantas Leite, diretor executivo e CFO do BTG Pactual explica que os empréstimos para PMEs são feitos de forma totalmente digital. “É desconto de duplicatas, se verifica o tomador e o comprador e depois a operação é liberada rapidamente”, afirma. Ao todo, a carteira de corporate lending do BTG Pactual cresceu 47,4%, para R$ 43,8 bilhões no quarto trimestre de 2019, em comparação com igual período de 2018. A carteira de empréstimos em reais evoluiu R$ 4 bilhões em doze meses, de R$ 33,2 bilhões para R$ 37,2 bilhões. Entre os destaques do balanço, o lucro líquido ajustado no quarto trimestre cresceu 42% e atingiu R$ 1 bilhão. Em 2019, o lucro total somou R$ 3,833 bilhões, alta de 39,8% sobre 2018. Já a receita aumentou 55,7% e alcançou R$ 8,3 bilhões, ante R$ 5,4 bilhões de 2018.

MEIOS DE PAGAMENTO
Banco Central divulga PIX

O Banco Central (BC) lançou na última quarta-feira 18, o aplicativo PIX, nova forma de realizar pagamentos e transferências no Brasil, que estará disponível à população a partir de novembro. Com o PIX, será possível fazer transações entre pessoas, empresas e governo instantaneamente, 24 horas por dia, durante os sete dias da semana. Segundo o BC, quando o PIX estiver em operação, as transações poderão ser feitas por meio de QR Code ou por meio do uso de informações como CPF, CNPJ, número de celular ou e-mail.

BANCOS
Lucro líquido da Caixa sobe 20,6%

O lucro líquido recorrente da Caixa Econômica Federal totalizou R$ 14,7 bilhões, alta de 20,6% em relação a 2018. O banco público informou que devolveu R$ 11,4 bilhões ao governo na forma de instrumentos híbridos de capital e dívida (IHCD). Em 2019, a Caixa concedeu R$ 375 bilhões em crédito à população brasileira, aumento de 7,8% em relação ao mesmo período de 2018. Somente no quarto trimestre de 2019, a Caixa emprestou R$ 100,8 bilhões em recursos, apresentando uma evolução de 11,6% em relação ao quarto trimestre de 2018.

DESTAQUE NO PREGÃO
Receita líquida da Marfrig bate recorde

Daniel Wainstein

A receita líquida consolidada da Marfrig atingiu R$ 14,2 bilhões no quarto trimestre de 2019, um crescimento de 23,5% em relação ao mesmo período de 2018, segundo balanço divulgado. O lucro antes de impostos, taxas, depreciações e amortizações (Ebitda) ajustado alcançou R$ 1,6 bilhão. Com um fluxo de caixa livre de R$ 1,1 bilhão no período, a companhia decidiu descontinuar operações de capital de giro de R$ 500 milhões. No pregão da última quarta-feira 19, o papel Marfrig ON subiu 2,15% e fechou em R$ 13,75. Em 2020, a ação da companhia já valorizou 35,85%.

SEGUROS
Bradesco Saúde avança 7,5%

Egberto Nogueira

A Bradesco Saúde fechou 2019 em alta, com faturamento de R$ 25,4 bilhões, um crescimento de 7,5% em relação a 2018. A Bradesco Saúde e sua controlada Mediservice encerraram o ano com 3,7 milhões de beneficiários, 1,1% acima de 2018. “2019 foi o ano da virada para Bradesco Saúde, após três anos de instabilidades no setor de saúde suplementar”, diz Manoel Peres, presidente da Bradesco Saúde e Mediservice.

PREVIDÊNCIA
Brasilprev terá mais gestoras em plataforma

Em entrevista à DINHEIRO, Marcio Hamilton, presidente da Brasilprev, contou que a empresa terá mais gestoras em sua plataforma aberta de previdência. “Hoje são duas, teremos mais quatro, dentro de um processo que está em evolução”, diz. Para 2020, Nelson Katz, diretor de planejamento e controle da Brasilprev, afirmou que a companhia expandirá as atividades de consultoria de investimentos para levar mais conhecimento aos clientes sobre novos produtos. Em 2019, o lucro líquido subiu 43,5% para R$ 1,4 bilhão.

Veja também

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?