Giro

Bruno Nazário encara jogo contra Náutico como decisão


A próxima quarta (19) é dia de decisão para o Botafogo. O alvinegro enfrenta o Náutico, a partir das 21h30, no estádio dos Aflitos, pela segunda fase da Copa do Brasil. Título que o glorioso ficou bem perto de conquistar, em 1999, quando chegou à final, mas acabou perdendo para o Juventude. Ainda sem levantar este caneco em toda a história do clube, o elenco atual sabe da responsabilidade que terá contra o Timbu em Recife.

Até quem chegou em 2020 já tem ideia da pressão. O meia Bruno Nazário, responsável pelas principais jogadas de ataque da equipe, quer um time mais tranquilo: “Temos que jogar sem pressão, né? Foi como falei aos nossos companheiros, temos que encarar jogo a jogo, e cada jogo é uma final para nós. Assim vemos na frente o que podemos alcançar no campeonato”.

Apesar da tranquilidade de Bruno Nazário, o Botafogo terá um grande desfalque para o confronto de quarta. Com lesão na coxa direita, Pedro Raul está praticamente fora do jogo. Artilheiro da equipe em 2020 com 3 gols em 4 partidas oficiais, o atacante vai fazer falta.

“O Pedro Raul é bom jogador, vai fazer muita falta nesses jogos. É um cara que segura muito a bola, muito decisivo. Porém, temos jogadores de muita qualidade naquela posição. Eu ainda não sei quem vai jogar, mas quem entrar vai dar conta do recado porque nosso grupo é de muita qualidade”, afirma Bruno Nazário.

Pedro Raul e Bruno Nazário são os destaques do Botafogo no início da temporada. Sem o atacante, o camisa 10 alvinegro vai ter que se desdobrar, mas ele não vê problemas: “Eu me adaptei muito rápido, fazendo gols, assistência. Acho que o grupo me acolheu muito bem. Quando cheguei aqui, jogando pela direita, ou pelo meio, lateral-esquerdo, se me colocar no gol também estou aqui para ajudar. Esse é o Botafogo, cada um tem que ajudar de alguma maneira”.

Fora de campo, a campanha, nas redes sociais, para trazer Yaya Touré anda em alta. Depois de contratar o japonês Honda, o marfinense poderia ser a próxima cartada da diretoria. Entretanto, o Botafogo precisaria de um investidor para pagar o salário do meio-campista. No que depender de Bruno Nazário, Yaya Touré será bem-vindo.

“Vemos apenas pela internet, mas espero que seja verdade, vai nos ajudar muito e vai nos fortalecer. Tomara que dê certo, é um grande jogador”, diz Nazário.

Botafogo e Náutico se enfrentam na próxima quarta, a partir das 21h30, nos Aflitos. A segunda fase da Copa do Brasil é disputada em jogo único. Caso haja um empate no tempo normal, os times decidem a vaga nos pênaltis.