Geral

Brumadinho: acúmulo anormal de água e falha em drenagem são investigadas pela PF

Brumadinho: acúmulo anormal de água e falha em drenagem são investigadas pela PF

Foto do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais mostra imagem aérea de área afetada pelo rompimento de uma barragem da mineradora Vale, perto da cidade de Brumadinho, em Muinas Gerais, 25 de janeiro de 2019 - Minas Gerais Fire Department/AFP

A principal linha de investigação sobre as causas do colapso da barragem de Brumadinho, em Minas Gerais, é o acúmulo anormal de água e a falha no sistema de drenagem. A Superintendência da Polícia Federal (PF) confirmou que, a partir dos depoimentos dos investigados e das perícias realizadas no local da tragédia, “uma das linhas de apuração aponta para a possibilidade de acúmulo de água e saturação da barragem e para uma possível falha no sistema de drenagem como eventuais causas de saturação da barragem e de seu consequente rompimento”. A PF informou ainda que, além dos crimes ambientais, estão sendo investigados os crimes de falsidade ideológica, uso de documento falso e homicídio.

Veja também

+ Receita abre consulta a segundo lote de restituição de IR, o maior da história
+ Homem encontra chave de fenda em pacote de macarrão
+ Baleias dão show de saltos em ilhabela, veja fotos!
+ 9 alimentos que incham a barriga e você não fazia ideia
+ Modelo brasileira promete ficar nua se o Chelsea for campeão da Champions League
+ Cuide bem do seu motor, cuidando do óleo do motor
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança