Negócios

British Airways vai colocar em licença temporária 28 mil funcionários

British Airways vai colocar em licença temporária 28 mil funcionários

A companhia aérea British Airways colocará 28 mil funcionários, 60% do total, em licença temporária, devido à pandemia do novo coronavírus, que paralisou o setor aéreo - AFP

A companhia aérea British Airways colocará 28 mil funcionários, 60% do total, em licença temporária, devido à pandemia do novo coronavírus, que paralisou o setor aéreo, anunciou o sindicato Unite nesta quinta-feira.

O sindicato informou ter chegado a um acordo com a direção para recorrer ao programa do governo britânico de apoio às empresas, que irá garantir 80% dos salários, para evitar demissões durante a crise sanitária.

+ Perdas de aéreas no segundo trimestre passarão de R$ 202 bi, diz Iata
+ Disputa entre aéreas e empresas deixa em xeque funcionamento de aeroportos 

Um porta-voz do sindicato indicou à AFP que a medida afeta 28 mil dos 45 mil empregados da empresa, que não reagiu ao anúncio dos sindicalistas.

Segundo o Unite, o acordo vai além do mecanismo previsto pelo Executivo, já que o pagamento dos salários não ficará limitado a 2,5 mil libras por mês. O sindicato afirmou, ainda, que não haverá demissões. As medidas ainda têm que ser aprovadas pelos funcionários.

Segundo a imprensa britânica, outra companhia aérea, Virgin Atlantic, prepara-se para pedir ajuda ao governo, embora o mesmo tenha advertido que somente aplicará resgates públicos como último recurso.

Veja também

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?