Agronegócio

BRF vai doar R$ 50 milhões para combate à pandemia do novo coronavírus

São Paulo, 1 – O CEO global da BRF, Lorival Luz, disse nesta quarta-feira, em entrevista a jornalistas por telefone, que a empresa vai doar R$ 50 milhões em insumos médicos, equipamentos e alimentos e no investimento em estudos científicos para combate ao novo coronavírus. Ele também disse que a empresa se compromete a não fazer nenhuma redução nos quadros de funcionários nos meses de abril e maio. “Abril e maio são o cenário que a gente consegue enxergar com alguma clareza”, afirmou. Ele disse ainda esperar que depois desse período o País já tenha passado pelo momento mais crítico da doença. “Se houver cenário novo depois de maio, vamos avaliar com a mesma responsabilidade”, afirmou.

Ele explicou que a doação de R$ 50 milhões vai ser destinada a Estados e municípios, no Brasil e no exterior, nos quais a companhia tem unidades e escritórios. Em um trabalho conjunto com secretarias de saúde e governo federal, a empresa vai fornecer alimentos para hospitais, para pacientes e profissionais de saúde. Além disso, irá comprar equipamentos, como respiradores, e insumos (mascaras, luvas, por exemplo), conforme a necessidade dos hospitais que serão beneficiados.

Segundo o CEO da BRF, a empresa também já comprou 20 mil testes para detectar o novo coronavírus, que chegarão no Brasil nos próximos dois a três dias.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel