Economia

Brasileiro trabalha 150 dias só para pagar tributos em 2020

Crédito: Arquivo/Agência Brasil

Tudo que os trabalhadores receberam de salário até o dia 30 de maio foi só para pagar tributos (impostos, taxas e contribuições) (Crédito: Arquivo/Agência Brasil)

A alta carga tributária leva brasileiros a dedicarem quase que metade do ano de trabalho só para pagar impostos. São necessários 151 dias de labuta para acertar as contas com o Fisco. É o que mostra estudo realizado pelo IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação).

Segundo o levantamento da entidade, tudo que os profissionais receberam de renda até o dia 30 de maio foi só para pagar tributos (impostos, taxas e contribuições) exigidos pelos governos federal, estadual e municipal.

+ Simples Nacional volta a receber tributos federais em outubro
+ Simples Nacional volta a receber tributos federais em outubro

Houve uma pequena redução no número de dias trabalhados neste ano na comparação com o ano passado, quando eram necessários  153 dias para pagar impostos, taxas e contribuições. No entanto, é importante salientar que 2020 é ano bissexto, portanto, com 366 dias e a pandemia da covid-19 também afetou a arrecadação tributária.

Mesmo assim, significa dizer que a tributação, em relação à renda, patrimônio e consumo, levando-se em conta o rendimento médio brasileiro, está atualmente em 41,25%.

Entre os países em que o trabalhador tem que dedicar mais dias para o pagamento de tributos estão a Dinamarca, com 179 dias trabalhados para quitar os impostos, e a Noruega, com 171 dias.

Na outra ponta, entre as nações em que os profissionais têm que trabalhar menos para pagar tributos estão Estados Unidos, com 74 dias, e Chile, com 68 dias.

Outro estudo do instituto denominado IRBES (Índice de Retorno ao Bem Estar da Sociedade) demonstra que o Brasil, entre os 30 países de maior carga tributária no mundo, é aquele que dá o pior retorno à sua população, em relação aos valores arrecadados, no que se refere a serviços públicos de qualidade.

 

Veja também

+ Sandero deixa VW Polo GTS para trás em comparativo
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial
+ Ivete Sangalo salva menino de afogamento: “Foi tudo muito rápido”
+ Bandidos armados assaltam restaurante na zona norte do RJ
+ Mulher é empurrada para fora de ônibus após cuspir em homem
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?