Giro

Brasil registra primeiro sequestro com resgate em criptomoedas

Crédito: Pexels

A vítima foi um empresário do mercado financeiro, sócio de um banco digital que negocia moedas digitais. O crime aconteceu em 10 de março no Recife (Crédito: Pexels)

Dez pessoas foram indiciadas pela Polícia Civil de Pernambuco no primeiro caso de sequestro, no Brasil, com o pedido de pagamento em criptomoedas. A vítima foi um empresário do mercado financeiro, sócio de um banco digital que negocia bitcoin e outras moedas digitais. O crime aconteceu em 10 de março no Recife.

O líder da quadrilha de sequestradores, segundo O Globo, é um ex-estagiário da Caixa Econômica Federal, que tinha experiência com o tipo de economia utilizada no crime. O empresário foi sequestrado nos arredores do edifício empresarial Excelsior, sede de uma startup de investimentos, que foi alvo dos criminosos.

+ PayPal permitirá que usuários transfiram criptomoedas para carteiras de terceiros

O delegado Paulo Berenguer, do Grupo de Operações Especiais de Pernambuco (GOE- DRACCO), disse que os sequestradores “pediram uma quantidade absurda de criptomoedas durante o sequestro e negociaram com os sócios da empresa e com os familiares do empresário”.



A moeda digital escolhida pelos criminosos foi o bitcoin e carteiras digitais falsas foram criadas para o pagamento. Segundo o delegado, o montante, que não foi revelado, seria trocado na darknet por um valor bem abaixo do mercado.

A família acionou a polícia só após o pagamento do resgate, mas o delegado afirma que o valor será recuperado. Ele destaca que os criminosos cometeram muitas falhas durante o processo e todos os integrantes da quadrilha já foram identificados.

Apesar de ser o primeiro caso confirmado no País, o delegado acredita que este não foi o primeiro crime desse tipo praticado pelo grupo. Nas redes sociais dos sequestradores, os investigadores viram que eles tinham uma vida de ostentação e, só pós este último sequestro, compraram quatro carros de luxo: um BWM 320i, uma Range Rover Evoque, um Toyota Corolla e um EcoSport.

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago