Giro

Brasil registra 1,1 mil novas mortes em 24h

O Brasil registrou 1.111 mortes e 35.035 novas contaminações por coronavírus nas últimas 24 horas, segundo o levantamento do Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL junto às secretarias estaduais de Saúde. Assim, o País possui um total de 64.365 óbitos e 1.578.376 infectados no total pela doença. O Piauí divulgou apenas número de mortes, mas não informou o de casos.

Com os sucessivos casos de infecções que ultrapassam a casa de milhares, o Brasil foi um dos grandes contribuintes para que a Organização Mundial da Saúde (OMS) registrasse um novo recorde diário de infecções. Segundo o relatório divulgado ontem, houve 212.326 novas infecções no mundo todo. O último recorde havia sido registrado em 28 de junho, com 189 mil casos registrados em um único dia.

Os principais aumentos ocorreram nos Estados Unidos (53,2 mil), Brasil (48,1 mil, em números da sexta-feira) e Índia (22,7 mil). Ainda de acordo com a OMS, o Brasil é o único no mundo que havia superado a marca de mil mortes diárias naquela data; em segundo lugar vêm os Estados Unidos com 623 óbitos. Mas em números absolutos, compilados pela Universidade Johns Hopkins, os EUA continuam na liderança tanto em contaminações como em mortes: são 2,8 milhões e 129,5 mil respectivamente.

O Estado de São Paulo, que é desde o início o epicentro da doença no Brasil, tem 312.530 infectados e 15.996 mortos ao todo. A capital vai retomar parcialmente as atividades de bares, restaurantes e salões na próxima segunda-feira.

Veja também

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?