Ciência

Brasil no clube dos cinco países mais favorecidos com vacinas via Covax

Brasil no clube dos cinco países mais favorecidos com vacinas via Covax

Trabalhadores descarregam um carregamento da vacina da AstraZeneca contra a covid-19 do mecanismo Covax no aeroporto de Abidjan, Costa do Marfim, 26 de fevereiro de 2021 - AFP

O Brasil receberá 9,1 milhões de doses de vacinas gratuitas contra a covid como parte do programa internacional Covax, e integra, junto com Paquistão, Nigéria, Indonésia e Bangladesh o clube dos países mais favorecidos por este sistema capitaneado pela OMS, segundo cifras publicadas nesta terça-feira (2).

Até junho, o Paquistão receberá 14,64 milhões de doses; a Nigéria, 13,656 milhões; a Indonésia, 11,701 milhões; e Bangladesh, 10,908 milhões. Com o Brasil estes são os cinco maiores receptores da lista finalizada do Covax.

O sistema foi criado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), em colaboração com a Aliança para as Vacinas (Gavi) e a Coalizão para a Inovação na Preparação às Epidemias (Cepi), para garantir um acesso equitativo às vacinas.

Gana foi o primeiro país a receber seu lote de doses da vacina da AstraZeneca-Oxford, fabricadas na Índia e transportadas pelo sistema Covax na quarta-feira.

As campanhas de vacinação nos países ricos começaram no fim de dezembro.

A Nigéria, país mais populoso da África, recebeu na terça-feira a primeira remessa de quase quatro milhões de doses, assim como Angola, República Democrática do Congo e Camboja. A Coreia do Sul e a Colômbia também receberam os primeiros lotes.

Cerca de 237 milhões de doses da Astrazeneca-Oxford, fabricadas na Coreia do Sul e pelo Serum Institute of India, serão entregues em maio a 142 países, graças a uma operação logística sem precedentes.

A estas se somarão 1,2 milhão de doses da vacina da aliança Pfizer-BioNTech, que exige uma cadeia de frio, a temperaturas muito baixas. O Covax só pode distribuir as vacinas aprovadas pela OMS.

O sistema está aberto a todos os países, mas para 92 deles – os mais pobres -, as vacinas são financiadas mediante doações e são entregues gratuitamente. O objetivo é vacinar até 27% da sua população até o final de 2021.

A pandemia do coronavírus provocou ao menos 2.539.505 mortes no mundo desde que o escritório da OMS na China reportou o aparecimento da doença em dezembro de 2019, segundo um balanço feito pela AFP nesta terça-feira às 08h de Brasília com base em fontes oficiais.

Depois dos Estados Unidos (514.657 óbitos, com 28.664.448 contágios), o país com mais vítimas fatais é o Brasil, com 255.720 mortes e 10.587.001 casos.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel