Economia

Brasil é hoje prisioneiro de uma ‘armadilha de crescimento zero’, diz Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, voltou a avaliar nesta terça-feira, 7, que o Brasil é prisioneiro de uma “armadilha de crescimento zero” por escolhas erradas de política econômica no passado e voltou a defender uma maior abertura da economia. “Nosso esforço é de transformação do Estado brasileiro, baseado no compromisso com as futuras gerações e o controle dos desperdícios e excessos que fazem a matriz do custo Brasil. O Brasil foi desindustrializado ao longo das últimas décadas. É uma longa história de um modelo que deu errado e que foi aterrissando até parar”, afirmou, em encontro de empresários com o presidente da República, Jair Bolsonaro, promovido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).



Guedes voltou a criticar o dirigismo estatal e argumentou que a China só começou a crescer quando “abandonou o socialismo e partiu para o capitalismo”.

“Começamos com uma agenda de reformas vencendo o ceticismo dos oposicionistas. Quem estagnou o Brasil foram os que previram o nosso fracasso e estão errando sucessivamente”, completou o ministro da Economia.


Saiba mais
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ Andressa Urach pede dinheiro na internet: ‘Me ajudem a pagar a fatura do meu cartão’
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto

+ O economista Paulo Gala revela os caminhos para investir bem em 2022