Edição nº 1116 12.04 Ver ediçõs anteriores

Brasil Diverso se consagra na luta por igualdade racial nas empresas

Em sua primeira edição a nível nacional, o Fórum Brasil Diverso se consolidou como um dos maiores encontros sobre o assunto

Brasil Diverso se consagra na luta por igualdade racial nas empresas

Em evento com público selecionado, entre os quais altos dirigentes do setor privado, realizou-se neste mês no MIS-Museu da Imagem e do Som, em São Paulo, o primeiro Fórum Brasil-Diverso, todos pela inclusão, que contou também com palestrantes dos Estados Unidos, relatando suas experiências sobre diversidade e inclusão racial e de gênero.

Em sua primeira edição a nível nacional, o Fórum Brasil Diverso – plataforma que une empresas na discussão sobre inclusão dos negros e mulheres e outros grupos historicamente excluídos no mercado de trabalho – se consolidou como um dos maiores encontros sobre o assunto.

Após diversas ações durante o ano de 2018, como o lançamento da plataforma digital, o Brasil Diverso foi marcado pelo debate qualificado de CEOs e especialistas que puderam expor experiências sobre diversidade no âmbito corporativo.

A iniciativa se tornou um marco no combate à discriminação, uma vez que o foco das ações do Brasil Diverso são os cargos estratégicos de empresas, aqueles que podem realmente fazer a diferença nas tomadas de decisões e mudar de forma significativa o status quo do desenvolvimento econômico combatendo a discriminação e desenvolvendo uma sociedade mais justa.

Theo Van der Loo, ex-CEO da Bayer e membro do Fórum Brasil Diverso, mediou a primeira mesa e falou sobre suas impressões deste primeiro Fórum: “Cada vez avançamos um pouco mais, realmente seria bom ter mais CEOs também, pessoas com altos cargos dentro das empresas; acho que este é o desafio que nós temos quanto ao conteúdo, os palestrantes, foi tudo perfeito, gostei bastante”, afirmou.

Annie Jean-Baptiste, Líder Global de Inclusão da Google, veio dos Estados Unidos exclusivamente para o Fórum Brasil Diverso e destacou a oportunidade incrível de poder ter diferentes perspectivas reunidas em um só lugar.

Outra iniciativa inovadora do encontro foi premiar peças publicitárias que tragam comunicação que sirvam de inspiração para igualdade de oportunidades e inclusão. Este ano, três iniciativas em categorias diferentes foram premiadas: Melhor Campanha Digital (Os pretos estão se amando) com vencedores afro criadores; Melhor Ação de Comunicação (Chess For She); Melhor filme de TV/Cinema, o grande vencedor foi a propaganda “Penteado”, da Vivo, realizada pela agência de publicidade África.


Mais posts

Diversidade nas empresas: produtividade X marketing

Tentando acompanhar essa tendência empresas brasileiras, em sua maioria, entraram nesse processo de forma atrasada e algumas [...]

Contra números não há argumentos

Separando o IDH de brancos e negros, temos dois países: um rico e desenvolvido, que figuraria entre as 50 maiores economias, e o outro [...]

Maior encontro sobre diversidade no Brasil

São Paulo sediará, em dezembro, o “Fórum Brasil Diverso” no Museu da Imagem e do Som (MIS). Com formato inovador e criado a partir de [...]

Primavera da inclusão

Setembro sempre traz inspiração. Mês de renascer, florescer, afinal, é primavera. Neste contexto realizei duas palestras em dos bancos [...]

A diversidade no centro do debate

Há mais de 30 anos acompanho a evolução das ações afirmativas no Brasil. Inicialmente lenta, que eu me recordo apenas três empresas [...]
Ver mais

Copyright © 2019 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.