Coluna

Bradesco vende mais previdência usando a tradicional promoção

Isenção da taxa de carregamento em novos aportes elevou vendas de novembro em 38%

Nasser, da Bradesco Vida e Previdência (Crédito:Divulgação)

Apesar do montante de R$ 723 bilhões investidos em fundos de previdência privada, o setor, no Brasil, representa cerca de 13% do Produto Interno Bruto (PIB). De acordo com dados da Fenaprevi, que representa o setor, somente 10% da população brasileira possuem plano de previdência privada. A participação pequena deve-se, principalmente, à pouca renda, e não à falta de vontade de poupar.

Prova disso foi o resultado alcançado pela Bradesco Vida e Previdência em novembro. A empresa capitaneada por Jorge Nasser recorreu a uma prática consagrada pelo tempo: conceder desconto ao lançar sua tradicional promoção de fim de ano. Em novembro, durante uma semana, ela isentou os aportes em planos dos tipos PGBL e VGBL da cobrança de taxa de carregamento, estendendo o benefício para clientes novos. Com isso, as vendas superaram R$ 3,2 bilhões, um crescimento de 38% em relação ao mesmo mês de 2016.

Veja também

+ Receita abre consulta a segundo lote de restituição de IR, o maior da história
+ Homem encontra chave de fenda em pacote de macarrão
+ Baleias dão show de saltos em ilhabela, veja fotos!
+ 9 alimentos que incham a barriga e você não fazia ideia
+ Modelo brasileira promete ficar nua se o Chelsea for campeão da Champions League
+ Cuide bem do seu motor, cuidando do óleo do motor
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança