Dinheiro em Ação

Bradesco lucra R$ 5,1 bilhões no trimestre

Bradesco lucra R$ 5,1 bilhões no trimestre

Papéis avulsos

O Bradesco apresentou um lucro líquido recorrente de R$ 5,1 bilhões no primeiro trimestre, um avanço de 9,8% em relação ao mesmo período do ano passado. Apesar da queda da taxa Selic e da redução de 3,2% na carteira de crédito expandida, que recuou em R$ 502 bilhões em março de 2017 para R$ 486 bilhões em março deste ano, o banco presidido por Octavio de Lazari Júnior elevou sua rentabilidade patrimonial de 18,3% no primeiro trimestre de 2017 para 18,6% neste ano. Um dos destaques foi a redução na Provisão para Devedores Duvidosos, que recuou 26,3% em relação a 2017, para R$ 3,892 bilhões. Em sua primeira divulgação de resultados como presidente, Lazari disse que o Bradesco quer emprestar mais dinheiro para as pessoas físicas. “Temos muito apetite para ampliar nossa carteira de crédito e, em março, percebemos um aumento da demanda por empréstimos”, diz Lazari Júnior. Nesse segmento, os empréstimos cresceram 3,5% em relação a 2017, para R$ 177,8 bilhões.

 

Mineração

Vale supera queda dos preços do minério

A Vale lucrou R$ 5,1 bilhões no primeiro trimestre deste ano. Apesar da queda de 34,6% ante o lucro do mesmo período de 2017, a empresa comemorou o resultado obtido no período, pois as vendas subiram 4,5% para R$ 27,9 bilhões, compensando em parte a queda dos preços do minério de ferro. Na média do trimestre, a mineradora faturou US$ 66,41 por tonelada de minério, uma queda de 12,36% ante os US$ 75,78 por tonelada de 2017. No ano, as ações da mineradora sobem 20,5%.

 

Quem vem lá

Mais saúde no pregão

Duas operadoras de planos de saúde captaram R$ 6 bilhões na semana passada. Na segunda-feira 23, a Notre Dame Intermédica levantou R$ 2,7 bilhões, com uma alta de 22,7% na abertura. A cearense Hapvida captou R$ 3,3 bilhões na quarta-feira 25. A demanda foi forte, equivalente a seis vezes o total ofertado, e as ações fecharam com alta de 25,4% na estreia, elevando o valor de mercado da empresa para R$ 19 bilhões.

 

Touro x Urso

O índice Bovespa caminha para encerrar abril acima do nível psicológico de 86 mil pontos. No fechamento dos negócios na quinta-feira 26, o principal indicador do mercado acionário encerrou a 86.383 pontos, algo que não ocorria desde meados de março deste ano. No acumulado do mês, o mercado sobe 1,2% e, no ano, a alta acumulada é de 13,1%.

 

Destaque no pregão

Cosan compra Shell na Argentina

Após dois anos de negociação, a Raízen Energia, joint venture entre a Cosan e a Shell, anunciou, na terça-feira 24, a compra dos negócios de refino e distribuição da Shell na Argentina pelo equivalente a R$ 3,3 bilhões. A aquisição, a primeira realizada pela Raízen fora do Brasil, inclui uma refinaria, terminais de combustível e uma rede de 645 postos de abastecimento que vendem seis bilhões de litros de combustível por ano. Isso representa cerca de 20% de participação no mercado argentino. Segundo executivos da Raízen, a operação foi uma oportunidade pontual, e não significa um projeto de expansão sistemática na América Latina. No ano, as ações da Cosan caem 5,2%.

Palavra do analista:
Segundo Shin Lai, analista da empresa independente Upside Investors, a transação é positiva para a Raízen porque aumenta sua predominância na distribuição de combustíveis e proporciona oportunidades de sinergias e eficiência. “A operação também diminui a dependência do mercado brasileiro, o que reduz o risco da empresa”, diz ele.

 

Medicina

Sorrisos no resultado da Odontoprev

A empresa de seguro saúde Odontoprev, especializada em planos dentais, lucrou R$ 82 milhões no primeiro trimestre deste ano, uma alta de 18,9% em relação ao mesmo período do ano passado. A geração de caixa medida pelo Ebitda avançou 17,7% no trimestre, para R$ 106 milhões, ante R$ 90 milhões no mesmo período do ano passado. Um dos destaques foi o crescimento do número de beneficiários, que aumentou em 29 mil, para 6,3 milhões. No ano, as ações caem 3,9%.

 

 

Mercado em números

GUARARAPES
R$ 800 milhões – É quanto a empresa pretende captar por meio da emissão de 80 mil debêntures simples. Elas serão garantidas por fiança da Lojas Riachuelo S/A, empresa de capital fechado ligada ao grupo

HERMES PARDINI
R$ 4,24 milhões – É quanto a empresa de diagnósticos vai pagar em dividendos referentes ao exercício de 2017, representando R$ 0,032 por ação. Os dividendos serão pagos em 30 de maio deste ano

GRENDENE
902 milhões – É a quantidade de ações da empresa de calçados após o desdobramento dos papéis existentes, na proporção de três para um, aprovado em fevereiro

BIOTOSCANA
1,52 milhão – É a quantidade de Brazilian Depositary Receipts (BDR) que a empresa farmacêutica vai recomprar até outubro de 2019, representando 3% do total em circulação no mercado

POSITIVO TECNOLOGIA
1,18 milhão – É a quantidade de ações que a empresa vai recomprar até abril de 2019, representando 4,6% do total de ações atualmente em circulação no mercado