Giro

Bolsonaro, sobre negar dinheiro contra desflorestamento: ‘perda da soberania’

Acompanhado do ministro Ricardo Salles, do Meio Ambiente, o presidente Jair Bolsonaro afirmou ter recusado ajuda financeira estrangeira para a preservação ambiental, no ano passado, por temer “perda de soberania”. Em live nas redes sociais nesta quinta-feira, 24, o presidente voltou a rebater críticas sobre a atuação do governo no combate à queimadas e disse que há um “jogo econômico” por trás do interesse de países e organizações internacionais quanto ao meio ambiente brasileiro.

“Tem países oferecendo alguns milhões de dólares para a gente para reflorestamento e tiveram embate comigo ano passado. Eu não aceitei isso porque a troca seria perdermos parte da soberania na região Amazônia”, declarou. Em agosto do ano passado, Bolsonaro recusou ajuda financeira de países do G-7, anunciada pelo presidente da França, Emmanuel Macron, para combater os incêndios florestais na Amazônia.

“Agora, por que esses países em invés de dar dinheiro para nós reflorestar, não reflorestam os seus países?”, questionou Bolsonaro. Na live desta quinta, Bolsonaro reforçou o seu discurso de que o Brasil “é o país que mais preserva o meio ambiente”, além de destacar a matriz de energia limpa do País.

Veja também

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?