Política

Bolsonaro: Mandetta é bom comunicador e ajudou a potencializar pavor da população

Crédito: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta: presidente Bolsonaro parece não esquecer as diferenças com o ex-colaborador (Crédito: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Em entrevista à TV BandNews, o presidente Jair Bolsonaro criticou a maneira como ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta conduzia a crise da covid-19. Para Bolsonaro, “Mandetta é um bom comunicador e ajudou a potencializar o pavor da população” com a doença causada pelo novo coronavírus.

Mandetta questiona por quantas mortes ‘atitude tola’ foi responsável na pandemia

Em evento, Mandetta ironiza recomendação de cloroquina

Além dos desgastes que se acumulavam entre Mandetta e Bolsonaro, o presidente citou a entrevista concedida pelo então ministro ao programa Fantástico, da TV Globo, como estopim para sua demissão. Na ocasião, Mandetta disse que “o brasileiro não sabe se escuta o ministro ou o presidente”.

Em compensação, o atual ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, foi elogiado por Bolsonaro. Segundo o presidente, o general do Exército que substituiu o ex-ministro Nelson Teich, tem feito um “brilhante trabalho na Saúde”. Bolsonaro defendeu a divulgação diária de mortes causadas pela covid-19 atreladas aos dias exatos em que os óbitos ocorreram, medida também endossada por Pazuello.

Veja também

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?